Lançamento: “Teoria da Organização Política Anarquista”

A Federação Anarquista Gaúcha estará lançando durante a 4ª Feira do Livro Anarquista de Porto Alegre sua mais nova publicação. Trata-se do livreto TEORIA DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICA ANARQUISTA, uma seleção de recortes dos escritos de diversos militantes e organizações anarquistas que ao longo da história de nossa ideologia forjaram um rico patrimônio de experiências e práticas organizativas e militantes que são referência para a nossa corrente, o Especifismo e, portanto, para a nossa Organização.

O lançamento ocorrerá no dia 16 de Novembro (sábado) às 16:00 em nossa Sede Pública (o Ateneu Libertário A Batalha da Várzea) e exemplares estarão disponíveis para venda (ainda não temos valores definidos). Participe!

Evento no face da 4ª FLA de Porto Alegre: https://www.facebook.com/events/1398470570390022/?source=1

capa teoria da organização

APRESENTAÇÃO

Esta publicação é uma obra para favorecer o contato do público com a formação histórico-social do anarquismo e sua organização política. Muita confusão, engano e caricatura tem sido plantada nesse terreno. O trabalho está inserido dentro do critério que consideramos mais rigoroso. Senta suas raízes socialistas e tudo o que implica filosofica e politicamente dentro do contexto das lutas operárias revolucionárias contra o capitalismo.

Desde o berço o anarquismo participa de elaborações teóricas que eram patrimônio de todo o campo socialista, mas faz avançar sua crítica à relações de poder e estruturas dominantes que lhe deram identidade própria. Como prática política radicada em um setor do movimento operário internacional imprimiu uma orientação militante que procurava guardar relação com vias antiburocráticas e antiautoritárias de chegada ao socialismo. Atravessou distintas e cambiantes conjunturas históricas que lhe condicionaram variantes no tático-estratégico. Também sofreu a deriva dogmática de quem elevou a princípios o que só eram táticas que respondiam a uma contingência da luta.

O ensaio de Rudolf Rocker “Anarquismo e Organização” que selecionamos e traduzimos aqui nos dá um ponto de partida fundamental. Tem o mérito de dissipar a poeira e deixar patente que a formação ideológica anarquista esta vinculada histórica e socialmente ao mundo dos de baixo, dos oprimidos, explorados, seus dramas, experiências e projetos de emancipação.

A seleção que vem a seguir convida a todos/as a viajar pelo rico acervo do pensamento político libertário. Trazemos para o leitor o aporte e a experiência de velhos militantes e organizações anarquistas que no curso das lutas populares do seu tempo conformaram nosso referente político-doutrinário. Desde esse marco nossa corrente especifista vai conceber a organização: das massas em luta de classe contra o sistema capitalista; e dos anarquistas, como um grupo de ação finalista revolucionária, vinculado aos conflitos específicos concretos do movimento operário e ao projeto socialista de federalismo e autogestão. Escrevendo muitas vezes em tom de polêmica, promovendo o debate, sugerindo proposições e tomando critérios de trabalho no calor dos combates, trata-se de uma compilação de recortes tematizados dos nossos clássicos e das formulações que verteram no especifismo.

Boa leitura!
Comissão de Publicações
FAG

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>